Equipa técnica fecha plantel

Formação do Bengo recebeu jogadores de clubes da capital e do interior

A equipa técnica do Domant FC encerrou o plantel para a época 2018 com a contratação de 11 jogadores, que mereceram o aval do técnico Francisco André \"Kito\", para reforçar a formação do Bengo com vista a uma campanha tranquila no regresso ao campeonato nacional da I divisão.
O director para o futebol, Joaquim Miguel \"Paiton\", esclareceu que da lista dos novos atletas juntam-se os da época passada. Sublinhou que o treinador está à proceder a observação de sobreviventes, e no final do mês espera definir o grupo.
O Jornal dos Desportos constatou, que do leque de atletas que decidiram abraçar um novo desafio nas respectivas carreiras, destaca-se um grupo de jogadores procedentes das equipas do 1º de Agosto, Petro de Luanda, ASK -Dragão do Uíge e Progresso do Sambizanga.
O Domant FC conta com os préstimos do atacante Luís, o ala direito Dadão Bille, do lateral esquerdo Gaby, do defesa central Boss, do guarda-redes Coyó, e do lateral direito Mona, oriundos do 1º de Agosto.
A equipa do Bengo conta igualmente no seu plantel com a presença do defesa central Vidinho, enquanto a transferência  do ala direito Balakai, Petro de Luanda, carece de ajustes administrativos entre as direcções lideradas por Domingos António e Tómas Faria.
Constam ainda da lista de reforços da formação orientada por Kito, a integração do ala direito Luyindula, ex -Atlético Sport Kalonji (ASK)-Dragão do Uíge, o guarda-redes Tokala, procedente da equipa da Juventude do Bengo e do meio -campista Dax, que vem do Progresso do Sambizanga. 
Além destes atletas, o Domant apostou na prata da casa, projecta para o escalão sénior sete jogadores juniores, com o fito de injectar sangue novo no plantel.
Fazem parte do grupo, o guarda-redes Victor, o defesa central Paizinho, o lateral esquerdo Armandinho, o médio -trinco Marron, o médio -central Peladão, o ala esquerdo Sílvio e avançado Laton.
Aos reforços mencionados juntam-se ao grupo \"sobrevivente\" do conjunto da época de 2017, composto pelo guarda-redes Alex, os defesas centrais Basta, Dadá e Kiza, o lateral -esquerdo Patrick, bem como os laterais -direito Zezas e Malanga.
Fazem igualmente parte dos \"sobreviventes\" os médios -trinco Londaka e Simba, os médios -centrais Zema e Hélder, os alas -esquerdos Sigui, Zico e Nelo, bem como os avançados Abel, Angelino e Vavá, num plantel que regista ainda o regresso de Paulito, que depois de representar o clube em 2015, rumou para o Cuando Cubango para jogar no conjunto do Grupo Desportivo Casa Militar.
O treinador Francisco André \"Kito\" tem sob observação todos durante esta primeira fase de preparação, deve depois encontrar o \"esqueleto\" ao cabo dos trabalhos que decorrem ao longo de Dezembro.


DISPENSADOS
Nove jogadores deixam o clube

A direcção do Domant FC de Bula Atumba prescindiu dos préstimos de nove jogadores, do grupo dos que fizeram parte do plantel da equipa durante os últimos dois anos, quer no campeonato provincial, como na Segundona.
Foram já dispensados do plantel, que disputou o campeonato nacional da II divisão pela formação do Bengo, o guarda-redes José, os defesas Ducharme e Milton, os médios Vado e Paíto, assim como os avançados Baking, Cebola, Orlando e Mário.
Ainda assim, o treinador Francisco André \"Kito\" manteve a maioria dos jogadores da equipa no plantel, como forma de preservar o fio de jogo que o conjunto  apresentou nos últimos dois anos.
A enriquecer a filosofia do técnico, está o facto de apostar na promoção dos jogadores vindos do escalão júnior do clube, com os quais   trabalhou ao longo dos dois anos, desde que assumiu o comando técnico.
Nessa primeira fase de preparação, o grupo de trabalho  centra-se no aprumo da condição física em geral, na praia, plano que se vai estender até ao dia 8 de Dezembro.
Na segunda semana de trabalhos que começa a 11 do corrente, o grupo entra para a componente física específica em ginásio, processo que se prolonga por uma semana, enquanto na semana seguinte o Domant FC começa a realizar treinos técnico-tácticos em campo, com alguns jogos amigáveis à mistura.
O processo vai até ao período de estágio, que vai decorrer em Benguela, caso não haja nenhuma alteração na programação gizada pela equipa técnica sob o comando de Francisco André \"Kito\", que espera  ter a anuência da direcção do clube.