Girabola sem público

Os jogos do Girabola Zap 2019/2020, a partir da 25ª jornada da Taça de Angola e as sessões de treino das equipas que competem nas diversas provas oficiais, vão ser disputados e realizados à porta fechada, informou a Federação Angolana de Futebol (FAF) em comunicado divulgado ontem.

Os jogos do Girabola Zap 2019/2020, a partir da 25ª jornada da Taça de Angola e as sessões de treino das equipas que competem nas diversas provas oficiais, vão ser disputados e realizados à porta fechada, informou a Federação Angolana de Futebol (FAF) em comunicado divulgado ontem.
A decisão, segundo a Federação, surge em função do comunicado do Ministério da Saúde, datado de 16 de Março de 2020, sobre as medidas de prevenção em torno da pandemia do Covid-19, em que aconselha os cidadãos a evitarem eventos públicos com a aglomeração de mais de 200 pessoas e a respeitarem as demais orientações das autoridades sanitárias.
\"Em conformidade ao ponto 6, do comunicado do Ministério da Saúde, a partir do dia 20 do presente mês, todas as provas nacionais, incluindo as sessões de treino, deverão decorrer à porta fechada\", determina a FAF, para acrescentar em seguida:
\"Relativamente os jogos da 1ª mão das meias-finais da Taça de Angola (disputados ontem), as equipas anfitriãs são obrigadas a implementar as medidas de prevenção, citadas no comunicado do Ministério da Saúde, assim como veicular por via do sistema sonoro do estádio as medidas de contingência do comunicado em referência\", lê-se no comunicado.
Esta medida levará os clubes a ter uma organização reduzida, que deverá envolver uma média de 200 pessoas. Quem quiser acompanhar os jogos, terá de socorrer-se dos operadores televisivos com os direitos de transmissão, no caso a Zap, para os jogos do Girabola Zap
A medida surge, em vésperas do maior clássico do futebol nacional, entre os crónicos rivais Petro e 1º de Agosto, agendado para dia 4 de Abril, às 16h00, no Estádio 11 de Novembro, referente à 26ª jornada do campeonato nacional.
A direcção da FAF garante, por outro lado, que vai acompanhar as recomendações do Ministério da Saúde, em torno da pandemia do coronavírus e atendendo o evoluir da situação anunciará medidas adicionais.