Equipas portuguesas enfrentam adversários turcos

O Sporting de Braga está lançado para vencer o Grupo C, e o Vitória de Guimarães joga esta noite a sua sobrevivência na "poule" I,  da Liga Europa.

O Sporting de Braga está lançado para vencer o Grupo C, e o Vitória de Guimarães joga esta noite a sua sobrevivência na \"poule\" I,  da Liga Europa. Além da equipa portuguesa, estão também  apuradas para a fase a eliminar, o Villarreal, Dínamo Kiev, Partizan, AC Milan, Atalanta, Lyon, Steaua Bucareste, Plzen, Arsenal, Salzburgo, Ostersund, Lazio, Nice, Zenit São Petersburgo e Real Sociedad  que deixam em aberto  oito vagas para a última jornada.
Os \"arsenalistas\" lideram o respectivo grupo e podem terminar no topo, mesmo que percam  na sexta ronda no Estádio do Basaksehir, mas os vimaranenses que ocupam a última posição, estão obrigados a vencer na recepção ao Konyaspor e ainda assim, podem ver-se eliminados da prova.
A equipa bracarense \"despachou\" parte do trabalho, assegurou a qualificação antecipada para os 16 avos de final, mas tem pela frente o adversário mais complicado, líder isolado na Turquia, enquanto o Guimarães defronta o 15º colocado do mesmo campeonato.
Apesar de estar apurado para a fase seguinte, o Braga tem todo o interesse de terminar no comando, uma vez que pode evitar os vencedores dos outros grupos e os melhores terceiros classificados da \"Champions\", além de disputar a segunda mão em casa.
Com dois pontos de vantagem sobre o Ludogorets, os bracarenses não estão a salvo de terminarem no segundo posto, uma vez que um triunfo dos búlgaros (com os quais estão em desvantagem no confronto directo) sobre os alemães do Hoffenheim, obriga a equipa portuguesa a bater o Basaksehir.
Caso o Ludogorets não vá além de uma igualdade, no reduto do surpreendente lanterna -vermelha, que era apontado como o principal favorito a vencer a \"poule\", o Braga até pode sair derrotado da Turquia, pois, não deixa o topo da classificação.
As contas do Guimarães são, simultaneamente, mais simples e menos promissoras. A equipa vimaranense tem de vencer o Konyaspor e esperar que o Marselha perca em casa com o Salzburgo, que garantiu não apenas o apuramento como o triunfo no grupo.
O Guimarães tem menos três pontos do que o Marselha (apesar de vantagem no confronto directo), mas se a vitória na recepção aos turcos parece ao alcance do conjunto luso, a necessária derrota dos franceses frente a uma equipa, sem mais motivação do que terminar a fase de grupos invicta.


William Carvalho
Sporting reata conversações com West Ham

O Sporting anunciou o reatamento das relações institucionais com o West Ham, depois das conversações do final de Verão, resultante do interesse dos ingleses nos serviços de William Carvalho.
Através de um comunicado divulgado no site oficial, os "leões" assumiram a “quebra de comunicação” com os "hammers", “baseada em contactos entre representantes dos dois clubes relativos a uma possível transferência de William Carvalho”, e mostram-se disponíveis a afastar quaisquer “barreiras” entre as instituições.
O médio português foi muito cobiçado pelo West Ham, durante a janela de transferências do Verão passado, mas os números apresentados pelos ingleses não agradaram a Bruno de Carvalho. Findo o prazo para a contratação e venda de jogadores, o presidente leonino garantiu que não  chegou a Alvalade qualquer proposta concreta por William (contrariando a versão dos londrinos)  e deu início a uma troca de acusações entre as duas entidades, que acabou por culminar em ruptura.
Ultrapassado o “mal-entendido”, o Sporting diz-se aberto à “futuras negociações ou à possível cooperação” com o West Ham, pelo que é possível que  volte à carga por William, na reabertura de mercado, em Janeiro.
O Sporting está em negociações com William para a melhoria e extensão de contrato até 2022.