Lance Armstrong admite frustração

Lance Armostrong considera injusto ter sido expulso do desporto para sempre.

Lance Armostrong considera injusto ter sido expulso do desporto para sempre. O antigo ciclista que em 2013 confessou, no programa de Oprah Winfrey, ter recorrido ao doping durante a sua carreira, pelo que na sequência da situação foram-lhe retirados os sete  títulos do Tour, admite sentir-se frustrado por não poder fazer qualquer desporto olímpico.
\"Hoje, em dia, não posso fazer arco e flecha. Não posso jogar badmington. Não me deixam nem jogar ténis de mesa. Quando tudo isso aconteceu, expulsaram de todos os desportos olímpicos para sempre\", afirmou Lance Armstrong ao \'Rouleur\'.
\"A forma como algumas coisas aconteceram, foram sete anos apagados ... Isso, é muito mau para o desporto. Se tirar o título a uma pessoa, deve entregá-lo à outra. Por que senão, não aconteceu nada, a não ser parecemos todos idiotas. Na Wikipedia, os (sete) anos estão em branco. Há um período, em branco, durante a Primeira Guerra Mundial; um período em branco durante a Segunda e depois durante os meus sete Tours!\", criticou Armstrong, que em Maio passado admitiu não estar arrependido de  recorrer ao doping.
\"Fiz o que foi preciso para ganhar, fora da legalidade, mas não mudava nada, mesmo a  perder muito dinheiro em acções judiciais e de deixar de ser um herói para passar a menos  que zero. Mas há sempre coisas positivas e aprendi muitas lições com todo o processo\", disse na altura.

VOLTA A PORTUGAL
TERMINA EM LISBOA

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, anunciou, ontem, que a edição do próximo ano da Volta a Portugal vai terminar na capital, depois de este ano ter tido a sua etapa final no Porto.
Na gala comemorativa dos 120 anos da União Velocipédica Portuguesa - Federação Portuguesa de Ciclismo, que decorreu em Lisboa, o autarca destacou o “papel extraordinário” da Volta a Portugal,  em “aproximar o país”, considerou-a um “evento social, cultural e desportivo”.
“É com gosto que Lisboa retoma este papel importante na Volta a Portugal. Podemos  dizer que em 2020 a chegada será Lisboa e permitam-me dizer, que com todo o respeito por todas as regiões e cidades do país, eu acho que a chegada ali, através do arco da Rua Augusta, é capaz de ser imbatível”, afirmou.
Depois de acolher a última etapa, em 2016, Lisboa será, novamente, palco da consagração do vencedor da edição de 2020, que se disputa entre 29 de Julho a 09 de Agosto, mantém-se no mesmo período dos últimos anos.
Em 2019, a principal prova nacional aconteceu de 31 a 11 de Agosto, continua a iniciar-se a uma quarta-feira e a terminar a um domingo.
O primeiro dia da Volta a Portugal coincide com a prova de contra-relógio dos Jogos Olímpicos Tóquio2020.