Prova sofre adiamento

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o antigo campeão provincial mostrou-se satisfeito.

A jornada inaugural do Campeonato Provincial de Motocross de Luanda, prevista para sábado, a partir das 13h00, no circuito internacional, Jorge Varela, foi adiada para domingo, no mesmo local e hora, por razões técnicas, de acordo com o presidente do órgão reitor da modalidade na capital do país, Carlos Soweto.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o antigo campeão provincial mostrou-se satisfeito por contar com a colaboração das equipas e pilotos individuais na decisão de adiar para o dia seguinte a prova que contará com a presença de dois pilotos namibianos e o regresso do angolano, Fernando Baptista.

Carlos Soweto sente-se confortado por contar com uma equipa de técnicos especializados que a partir de hoje dão arranque à manutenção do circuito, de modo que a pista esteja preparada para receber as sessões de treinos livres a partir de quarta -feira, numa altura em que a chegada dos pilotos estrangeiros está prevista para sexta-feira, ao meio do dia.

O dirigente desportivo aproveitou para se desculpar do público amante do espectáculo sobre rodas pelo constrangimento que a realização da prova no domingo, ao contrário do habitual (aos sábados), possa acarretar nos seus programas particulares, em particular aos crentes religiosos, mas acredita que o horário (13h00) permite que todos possam estar presentes para testemunhar o regresso do seus pilotos de eleição aos circuitos.

No dizer de Carlos Soweto, as condições básicas estão criadas para um arranque de época auspicioso, contando, para o efeito, com o apoio dos patrocinadores e demais agentes desportivos que ajudaram a disponibilizar recursos para a obtenção dos troféus e meios técnicos para se fazer a manutenção do palco do evento.

\"Quero pedir a máxima compreensão dos amantes do motocrosss pelo facto de transferirmos a prova de sábado para domingo. Acredito que esta decisão não representa qualquer transtorno na programação das suas actividades, na medida em que poderemos desfrutar da prova num domingo calmo e com muita harmonia\", justificou Carlos Soweto.                             
HJ

Associativismo
Lubango ganha
loja de material

A cidade do Lubango ganhou sábado último o seu primeiro empreendimento comercial destinado à venda de equipamentos desportivos, denominado SportZone, no Xyami Shopping.

Na ocasião, o responsável do grupo Top Brand Angola, que representa a loja, Paulo Sousa, disse que o foco são as categorias futebol, basquetebol, fitness, patinagem e ciclismo.  Afirmou que o objectivo é trazer uma insígnia mais competitiva do mercado, pois estão disponíveis mais de 50 marcas desportivas mundiais.

“Somos a maior loja de venda de material desportivo do país e vamos apoiar eventos desportivos, estando para breve a abertura de outras duas, sendo uma em Benguela e outra em Luanda”, disse.  Ao todo 22 postos de trabalhos directos foram criados.

DESPORTOS NÁUTICOS
Leitão e Laércio Cândido disputam presidência

O presidente cessante, Diamantino Leitão, líder da lista A, defronta amanhã, no ginásio do Clube Naval de Luanda, o Laércio Cândido, candidato da lista B, no pleito eleitoral de renovação de mandato dos novos órgãos sócios referente ao ciclo olímpico de 2016 a 2020.
Os dois candidatos têm o dia de hoje para reflectirem sobre a campanha realizada de 17 a 19 do corrente mês.

A reflexão como base os efeitos preconizados. O Diamantino Leitão, apoiado pelo  Clube Naval de Luanda, apostou na continuidade.
“Apoiar o associativismo à escala continental, tanto ao nível da Confederação Africana de Vela (ASCON), como da World Sailing (WS) e das classes internacionais,  criando condições para a participação de responsáveis angolanos nas actividades destas instituições, majorando o papel de Angola enquanto país dinamizador da modalidade no palco internacional”, manifestou.

O candidato Laércio Cândido conta com o apoio do 1º de Agosto, e durante a apresentação das suas linhas de forças deixou bem claro que pretende mudar o rumo da federação. "Apostamos na alteração do actual quadro paradigmático da federação dos desportos náuticos, tornando-a mais imparcial, mais justa, mais activa no desenvolvimento das acções internas, integradora, massificadora e actuante na vertente da responsabilidade social.

Esta lista reúne uma série de especialistas em diferentes áreas, cuja vontade e experiência, contribuirão para valorizar os projectos que temos e que pretendemos fazer deles uma realidade", disse. A massa votante oficializada e divulgada pela Comissão Eleitoral, presidida por Cardoso de Lima, está composta pelo 1º de Agosto, Petro Atlético de Luanda, Clube Náutico da Ilha de Luanda e Clube Naval de Luanda.  Os dois candidatos estão confiantes na vitória.
ÁA